Educação

Escola envia comunicado sobre professor suspeito de pedofilia

Escola envia comunicado sobre professor suspeito de pedofilia

Os pais e toda a equipe do colégio St. Nicholas School, em Pinheiros, ficaram chocados com a prisão, na manhã desta terça-feira (18), de um professor durante a operação Luz da Infância 6, que combate a pedofilia e a pornografia infantil praticados na internet.

O R7 teve acesso a um comunicado enviado às famílias informando que a escola "vai colaborar amplamente com as investigações" e que "as portas estão abertas aos pais".

Procurada, a direção afirma que acompanhará o rumo das investigações antes de fazer qualquer pronunciamento.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo apurou que o professor, que é brasileiro, dava aulas de história e, segundo a investigação, filmaria alunas por baixo da saia do uniforme escolar. No comunicado atribuído à St Nicholas, a escola se diz "em choque" com as denúncias.

Ainda, de acordo com o jornal, pais e alunos estão chocados com a informação, dizem que o professor estava na escola há mais de 20 anos e que teria filhos matriculados também na St Nicholas.

A Saint Nicholas School, uma das mais caras de São Paulo, é uma escola internacional, anglo-brasileira, que atende estudantes estrangeiros e brasileiros de classe alta. O currículo é conceituado no mundo todo e aceito em universidades fora do Brasil. Há alunos desde os 18 meses até 18 anos de idade. A mensalidade gira em torno de R$ 7 mil.

Entenda o caso

O professor foi detido nesta manhã. Na casa dele e na escola, foram apreendidos materiais que supostamente guardam conteúdo pornográfico.

A operação Luz da Infância é coordenada pelo MSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), pasta chefiada pelo ministro Sérgio Moro, e envolve ainda ações em outros quatro países — Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá.

No estado de São Paulo são cumpridos 58 mandados de busca e apreensão por cerca de 201 policiais civis. Em todo o país, são cumpridos 112 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdo relacionado a crimes de exploração sexual praticados contra crianças e adolescente.