Educação

Alunos do estado de SP terão aulas a distância por TV e aplicativo

Alunos do estado de SP terão aulas a distância por TV e aplicativo

O governo do estado de São Paulo anunciou um programa de educação a distância para 3,5 milhões de alunos da rede estadual, por meio do Centro de Midias da Educação de São Paulo e pela TV Cultura. O anúncio foi realizado pelo governador João Doria nesta sexta-feira (3).

As aulas serão transmitidas ao vivo pela TV Cultura e Educação, disponível no canal 2.3, e por um aplicativo a partir de segunda-feira (6). A aula inaugural está prevista para as 10h.

A ideia é que alunos e professores se familiarizem com as ferramentas antes do retorno do calendario letivo, previsto para 22 de abril. As aulas na rede estadual de São Paulo estão suspensas desde o dia 23 de março por conta da pandemia do novo coronavírus. O recesso escolar foi antecipado.

O custo da internet para acessar o aplicativo será bancado pelo estado, que fechou parceria com empresas de telecomunicações para garantir o acesso dos alunos. Durante as aulas pela TV os alunos poderão interagir por meio do celular.

De acordo com o secretário estadual de Educação, os alunos poderão assistir aulas ao vivo e interagir tanto pela TV como pelo celular. Pelo aplicativo, o conteúdo das matérias estará disponivel por meios de canais específicos. Haverá um chat controlado pelos professores. Será possível também enviar materiais aos alunos pelo aplicativo.

Rede municipal

A rede municipal também terá uma plataforma digital especifica, doada pelo Gogole, para professores se comunicarem com alunos, anunciou o prefeito Bruno Covas. De acordo com o prefeito, será disponibilizado também um aplicativo para troca de experiências das familias com professores, tirar dúvidas relacionadas a cartões alimentação euniformes - que estão sendo licitados.

A previsão para retorno das aulas para um milhão de alunos da rede municipal é 13 de março. A retomada deve acontecer online. Não está prevista a reabertura das escolas. Serão enviados aos estudantes cadernos de atividades com previsão de uso por dois meses para auxiliar no ensino à distância. Caso as aulas sejam retomadas antes da conclusão das atividades previstas no material, eles serão usados em sala de aula.

Serão enviados pelos Correios dois cadernos para Ensino Infantil - um pra crianças de creches, outro pra criançlas de EMEIS -, nove cadernos para alunos de Ensino Fundamental - um pra cada ano -, e um caderno para alunos do Ensino Médio. Receberao pelos correiors destinado aos pais e dps a todas as crinalças., mais de 1 milhao de alunos.