Educação

Ainda sem data, SP retomará aulas em fases e com conteúdo online

Ainda sem data, SP retomará aulas em fases e com conteúdo online

O Estado de São Paulo ainda não possui data para retorno das aulas presenciais após o período de quarentena pela pandemia do novo coronavírus, como confirmou Haroldo Rocha, secretário executivo da pasta da educação, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (5).

"Isso (volta das aulas presenciais) depende da evolução da pandemia. Embora os prédios escolares não estejam funcionando, a escola está. Remotamente", lembrou o secretário.

O retorno às aulas presenciais, segundo ele, se dará em fases, assim como na reabertura gradual das atividades econômicas.

"A ideia é voltar em fase, combinadas com as fases do Plano São Paulo. Voltar com 20% dos alunos, num primeiro momento, num segundo, com 50%. E, na fase final, com 100% dos alunos", comentou.

Haverá, ainda, de acordo com Haroldo Rocha, um ensino híbrido, com parte do conteúdo online: "As crianças vão ter um tempo presencial na escola, e vão ter o apoio do sistema chamado Centro de Mídias nas suas casas, para poderem avançar no conhecimento".

O Centro de Mídias, de acordo com ele, não "é uma ferramenta da época de pandemia. Ela nasceu agora, mas será muito importante daqui pra frente".

Rocha não deu detalhes, porém, de como será a aplicação desta ideia, e nem como ela poderá alcançar a todos os estudantes, já que nem todos possuem acesso de qualidade à internet, e há alunos que alegam dificuldades no ensino à distância.

Diagnosticado com covid-19 e internado no Hospital 9 de Julho, na região central da capital paulista, secretário estadual de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, está afastado de suas atividades e por isso não participou da coletiva.