Economia

VAQUINHA DA BALA: Grupo arrecada dinheiro para espalhar outdoors com senadores que votaram contra o porte de armas

VAQUINHA DA BALA: Grupo arrecada dinheiro para espalhar outdoors com senadores que votaram contra o porte de armas

Um grupo de direita criou um grupo chamado de ‘Vaquinha da Bala’ para arrecadar dinheiro e espalhar outdoors em João Pessoa e em Campina Grande apontando os parlamentares que votaram a favor da derrubada do decreto do porte de armas.

O grupo já apurou cerca de R$ 2,2 mil e segue mobilizando os paraibanos para participar da ‘causa’. E proposta do grupo é atacar o governador João Azevêdo (PSB) e três senadores paraibanos Veneziano Vital (PSB), José Maranhão (MDB) e Daniella Ribeiro (PP).

Paraibanos farão atos em apoio a Moro, à reforma da Previdência de Guedes e ao porte de armas

O líder do grupo é Kalebe Lael Costa Dionísio e que se disponibiliza como favorecido nas quatro contas bancárias divulgadas para serem utilizadas na doação, em agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco e Itaú.

O deputado Julian Lemos se posicionou sobre o movimento.

“Primeiramente quero deixar claro minha posição pois eu sou armamentista. Em relação a posição dos senadores está um pouco desconectada dos interesses da população. Eu tive acesso a algumas argumentações e confesso que são muito rasas, eu acho que precisa de mais sensibilidade nesse sentido, mas acredito que sera revertido na Câmara dos deputados. Sobre a ‘vaquinha da bala’ eu estou sabendo e acho que a sociedade pode se manifestar. Não tenho nenhuma vinculação e não teria problema em afirmar se estivesse.”

A senadora Daniella Ribeiro que é umas das senadoras citadas também deu sua opinião sobre o grupo: “O que está acontecendo é que muitos não leram nem sabem do que se trata esse decreto que flexibiliza o porte de armas. Eu sou a favor da posse que serve para que você tenha uma arma em casa e se defenda, já o porte libera a arma para mais de 20 categorias. Esse movimento está desvirtuando a verdade e é uma grande mentira dizer que os senadores votaram para o cidadão não ter segurança e não poder se defender. Pessoas como essas são irresponsáveis e estimulam a violência.”

Fonte: Polêmica Paraíba com rádio Correio

Créditos: Polêmica Paraíba com rádio Correio