Economia

Receio de demissão atinge nível mais alto desde 2010, diz CNC

Receio de demissão atinge nível mais alto desde 2010, diz CNC

Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que mede a Intenção de Consumo das Famílias, mostra que a parcela de brasileiros que se sentem menos seguros com o seu emprego atingiu em junho 32,6% dos entrevistados, o nível mais elevado da série iniciada em janeiro de 2010.

O índice referente ao emprego atual registrou, neste mês, suas quedas mais significativas, tanto no comparativo mensal (-12,6%) quanto no anual (-23,7%), caindo ao menor nível histórico (88,5 pontos). É a primeira vez, desde junho de 2016, que esse indicador entra na zona de pessimismo (abaixo de 100 pontos).

Os entrevistados também se mostraram insatisfeitos em relação à perspectiva profissional. Mais de 60% demonstraram pessimismo para os próximos seis meses. Este item também atingiu, em junho, sua pior pontuação em mais de dez anos (69,9 pontos).

A pesquisa completa será divulgada nesta segunda-feira (29/6).