Economia

No Rio, rede de restaurantes vai vender água mineral a preço de custo

No Rio, rede de restaurantes vai vender água mineral a preço de custo

Até a água voltar a ter ser inodora, incolor e sem gosto no Rio, o grupo Trigo, dono das marcas de restaurantes Spoleto, Koni e LeBonTon, vai abrir mão do lucro com a venda das garrafas de água mineral.

Os 110 estabelecimentos da rede que funcionam nas cidades afetadas pela crise da água da Cedae vão praticar, segundo a empresa, o valor mais baixo possível das embalagens de 500 ml da bebida.

Na contramão de alguns estabelecimentos comerciais, que aumentaram o preço durante a crise, o produto sai a R$ 1,50 – um desconto de quase 70% frente ao valor médio praticado.