Economia

Latam deixará aliança de aéreas e encerra parceria com American Airlines

Latam deixará aliança de aéreas e encerra parceria com American Airlines

A Latam vai deixar a aliança oneworld, formada por diversas companhias aéreas internacionais para compartilhamento de voos e rotas. Segundo a companhia, os benefícios oferecidos para clientes pela oneworld vão até 30 de abril. Atualmente,13 companhias aéreas (entre elas a Latam) fazem parte da aliança. As empresas compartilham serviços de check-in, despacho de bagagem, compra de passagens, entre outros.

A aérea brasileira afirma que irá manter acordos bilaterais com 11 das companhias. Porém, a parceria com a American Airlines será encerrada. A partir de 1º de maio de 2020, os clientes do programa de fidelidade da Latam não poderão acumular ou resgatar pontos em voos da American Airlines nem acessar as salas VIP da companhia americana.  “A LATAM respeitará todos os bilhetes de voos da American Airlines que foram resgatados com pontos da LATAM Pass antes de 1º de maio de 2020, por até 12 meses após essa data”, informou a companhia. 

A mudança acontece durante negociações da Latam com a empresa americana Delta, concorrente da American Airlines, para compartilhamento de voos e rotas (codeshare) e acesso a salas vips e benefícios para passageiros frequentes. A companhia brasileira transferiu suas operações no Aeroporto Internacional John F. Kennedy (Nova York) do Terminal 8 para o Terminal 4. Segundo a empresa, a mudança ocorre para facilitar melhores conexões entre os voos da Latam e da Delta. Os clientes da classe Premium Business e do programa de fidelidade nas categorias Black Signature, Black e Platinum. 

Segundo a Latam, a aliança com a Delta irá fornecer conectividade a 435 destinos no mundo. A previsão da companhia brasileira é fechar acordo com a Delta ainda no primeiro semestre deste ano. As subsidiárias da Colômbia e do Equador já fecharam com a Delta, enquanto Latam Brasil e Chile ainda estão em negociações. 

  • Relacionadas
  • Mais Lidas
EconomiaEconomiaLatam unifica programa de fidelidade e acaba com o Multiplus
EconomiaEconomiaLatam adota preços dinâmicos para despacho de malas em voos internacionais
EconomiaEconomiaAzul terá voo diário para Nova York a partir de junho
EconomiaEconomiaEmbraer estuda produzir aviões turboélice em parceria com a Boeing
EntretenimentoEntretenimento1BBB 20: Público pede expulsão de participante após polêmica em festa
EntretenimentoEntretenimento2Os dois nomes mais cotados pela Globo para substituir Luciano Huck
BrasilBrasil3Minas Gerais tem primeiro caso suspeito de coronavírus no Brasil
BrasilBrasil4Gugu Liberato: como foi distribuída no testamento a herança de R$ 1 bi

Acordos bilaterais

A Latam afirmou que manterá acordos bilaterais com British Airways, Cathay Pacific, Finnair, Iberia, Japan Airlines, Malaysia Airlines, Qantas, Qatar Airways, Royal Jordanian, S7 Airlines e SriLankan Airlines. Em parceria com essas companhias, será oferecida, a partir de 1º de maio, compra de passagens aéreas pelos sites e acúmulo e resgate de pontos por meio dos programas de passageiro frequente. Já o acesso às salas VIP dependem de acordo final com cada companhia aérea.