Economia

Governadores do Sul e Sudeste declaram apoio à reforma da Previdência

Governadores do Sul e Sudeste declaram apoio à reforma da Previdência

Seis governadores de estados do Sul e Sudeste anunciaram neste sábado, 16, seu apoio à reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro (PSL), após encontro em Belo Horizonte (MG).

A reunião aconteceu entre Romeu Zema (Novo), governador de Minas, responsável pelo encontro, João Doria (PSDB), de São Paulo, Wilson Witzel (PSC), do Rio de Janeiro, Renato Casagrande (PSB), do Espírito Santo, Carlos Moisés (PSL), de Santa Catarina, e Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul.

Casagrande foi o único que apresentou ressalvas à proposta que tramita no Congresso. “Sou favorável, mas deixei claro que a reforma precisa retirar da proposta a capitalização. Do jeito que está colocada inviabiliza o sistema de Previdência pública no Brasil e aumenta a desigualdade”, afirmou o governador do ES, em vídeo publicado em sua página no Facebook. “Do mesmo jeito, precisamos mudar a proposta que está colocada com relação ao benefício da prestação continuada e da aposentadoria rural e não desconstitucionalizar os temas da Previdência.”

Encontro semelhante entre representantes de estados brasileiros aconteceu na quinta-feira 13, quando governadores do Nordeste se reuniram. Ao final, criticaram a reforma da Previdência.

Os governadores também anunciaram a criação do chamado Consórcio Integrado Sul – Sudeste (Cosud), que prevê a integração na atuação em dez áreas: segurança pública, sistema prisional, saúde, educação, turismo, logística e transportes, combate ao contrabando, desburocratização, desenvolvimento econômico e governos digitais.