Economia

Entidade de shoppings abre canal direto para ações no STF

Entidade de shoppings abre canal direto para ações no STF

O Supremo Tribunal Federal, por unanimidade, reconheceu a legitimidade da Associação Brasileira de Shopping Centers de ajuizar Ações Diretas de Inconstitucionalidade na Corte.

A entidade representa 577 shoppings que faturam 192,8 bilhões de reais e geram 1,1 milhão de empregos.

Ela se junta a um grupo de players que têm esse poder, como os partidos políticos, a OAB e as confederações nacionais do Comércio (CNC) e da Indústria (CNI).