Economia

Declaração de Maia sobre Previdência faz Ibovespa despencar

Declaração de Maia sobre Previdência faz Ibovespa despencar

O Ibovespa caía 3,38% às 16h38 nesta sexta-feira, 22. O pregão foi influenciado pela declaração do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e por ruídos gerados pela prisão do ex-presidente Michel Temer na véspera. 

Essa é a maior queda desde o dia 6 de fevereiro, quando despencou 3,74%. Na data, a Justiça de Minas Geraissuspendeu a barragem de Laranjeiras, uma das maiores produtoras de minério de ferro da Vale. Além disso, o mercado também repercutia a falta de notícias sobre a Previdência, que ainda não tinha sido enviado pleo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional. 

A declaração do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assustou os investidores em relação ao andamento da reforma previdenciária, de acordo com o analista da Mirae Asset, Pedro Galdi. Maia disse que deixará a articulação política pela reforma da Previdência, após ter se desentendido com os filhos do presidente, Jair Bolsonaro, nas redes sociais. “Isso gera um mal estar, esse pessoal não se entendendo vai atrasar a reforma”, diz o analista.

A prisão do ex-presidente Temer, gera mal estar no Congresso, e dúvida no mercado sobre como vai ficar a aprovação da reforma da Previdência, de acordo com o gerente de mesa da H.Commcor, Ari Santos. “Temos receio que a proposta seja muito desidratada, ou que demore demais para ser aprovada, ou nem seja”, diz o gerente.

No cenário externo, a baixa performance da economia da Alemanha, que teve contração no setor industrial pelo terceiro mês seguido, alimenta o temor dos investidores de um recuo da economia global. A notícia provoca queda nos índices ao redor do mundo, inclusive no Brasil, segundo analistas do mercado.