Economia

Campanha da Nova Previdência sofre ataques no Judiciário

Campanha da Nova Previdência sofre ataques no Judiciário

A Confederação Nacional das Carreiras e Atividades Típicas de Estado (Conacate), ajuizou, nessa quarta-feira (10), uma ação civil pública contra a campanha Nova Previdência, que teria utilizado de verba pública para fins indevidos.
Isso porque para o Governo custear uma propaganda, ela deve ter cunho institucional, ou seja, ter fim educativo ou informativo. As peças publicitárias apresentam caráter político de convencimento popular e modificação da opinião pública, segundo o escritório Lima Nunes e Volpatti Advocacia.

A ação tramita na 1ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal e visa a suspensão da campanha e anulação do contrato de 37 milhões de reais para sua veiculação.