Economia

Ações da Riachuelo disparam após renúncia de pai de Flávio Rocha

Ações da Riachuelo disparam após renúncia de pai de Flávio Rocha
O pré-candidato à Presidência da República, Flávio Rocha, durante debate presidencial realizado pelo jornal Correio Braziliense, em Brasília (DF) - 06/06/2018

Flávio Rocha deixou o comando da empresa em março, quando pensava em disputar as eleições (Evaristo Sá/AFP)

 

O empresário Nevado Rocha, fundador da Riachuelo e pai de Flávio Rocha, apresentou nesta quarta-feira sua carta de renúncia à presidência do conselho da Guararapes, dona da rede de varejo de vestuário. Ele havia sido eleito para o cargo em abril e seu mandato se encerraria em 2019.

Em comunicado ao mercado, a Riachuelo informa que Nevaldo permanecerá na presidência da Guararapes Confecções.

“Em vista dessas informações, o Conselho de Administração nomeará novo membro assim como elegerá um novo presidente do conselho de administração da companhia no menor prazo possível”, informa a companhia.

Após a renúncia, as ações da Guararapes dispararam na Bolsa – os papéis eram negociados a 109 reais às 15h04, uma alta de 8,85%

A expectativa do mercado é que a renúncia abra caminho para o retorno de Flávio Rocha ao comando da companhia. Flávio deixou a companhia em março, quando ainda tinha intenção de disputar a Presidência. O empresário desistiu depois de se lançar candidato.